Não peça desculpas, Bolsonaro!

Chegará o dia em que teremos que provar ao mundo que a grama é verde. (G.K. Chesterton)

Da covardia que teme novas verdades.

Da preguiça que aceita meias-verdades,

Da arrogância que pensa saber toda verdade,

Ó Senhor, livra-nos. (Arthur Ford)

 

Sem Liberdade não há humanidade. Liberdade de expressão e pensamento são fundamentais para que possamos de fato ser senhores de nossos destinos. A dádiva do livre arbítrio e seu flagelo, esse eterno paradoxo, está tanto em saborear o prazer como no suportar a consequência que vem deste. A liberdade exige responsabilidade. Em artigo publicado ano passado pela Gazeta do Povo, eu afirmei o seguinte: Penso, logo existo. A frase celebre de René Descartes, filósofo, físico e matemático francês, nunca me pareceu tão incompleta. Não basta pensar para eu ter ciência que minha existência é um fato inegável; minha existência necessita que a leitura que faço da realidade que observo seja ouvida, lida e criticada, mas nunca criminalizada. Ter entendimento de mim mesmo não basta se não posso expressar isso ao outro. No fim a imortalidade do homem está na sua obra, legado intelectual e artístico, o que torna o cerceamento do direito à liberdade de expressão um ato inquisitorial. (Grifo nosso)

 

Nas últimas semanas venho observando como a mídia cobra uma postura subserviente, opaca e covarde do presidente e seus aliados. É irônico que a mesma mídia esquerdista que acusa Bolsonaro de ser subalterno ao governo americano, ataca o político Eduardo Bolsonaro em relação a suas falas, postas no Twitter, sobre a responsabilidade que a ditadura chinesa possui em relação a pandemia do novo Coronavirus. O tom que a embaixada chinesa usou em suas respostas fere a soberania de nossa nação, pois constitui a seguinte ameaça construída entrelinhas: Não questionem, sejam servis, e assim, continuaremos com nossos acordos comerciais. A china é uma ditadura, ela, obviamente, persegue as liberdades individuais e tudo gira em torno do poder quase onipresente do estado, já o Brasil é uma democracia, mas a mídia deixou claro que prefere a tirania a liberdade. Essa é a herança da esquerda para a humanidade: o aniquilamento do individuo em prol da ideologia, a mente coletiva.

 

Eu não vejo razão em pedir desculpas diante da defesa da verdade, Eu não vejo razão de ser covarde quando a situação exige e demanda coragem e ousadia. Para muitos, a economia está acima de tudo, da moral, da vida, da liberdade. Acordos comerciais devem estar cima de tudo? Ter um político que ousa ir contra uma ditadura deveria ser o sinal mais claro da defesa e enaltecimento da democracia. A voz dos que clamam por justiça, tão desprezada por uma mídia vendida, esquerdista e corrupta, merece ser visível e audível.

 

Não vejo a razão, e espero que Eduardo Bolsonaro e o presidente Jair Messias Bolsonaro não peçam desculpas nem retrocedam na força e na verdade que há em seus comentários. Na verdade, que prossigam para desnudar toda a rede de corrupção que ainda vive nos bastidores do poder, que lutem para mostrar como a mídia que persegue o jornalismo independente é escrava de interesses escusos.

 

Não peça desculpas, não justifique, não explique. Para os iludidos, ignorantes e lacaios a justiça e a liberdade são os piores crimes.

 

“Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.

 

Josué 1:9

 

Gostou desse artigo? Apoie o trabalho do Burke Instituto Conservador virando um assinante da nossa plataforma de cursos online.

As posições expressas em artigos por nossos colunistas, revelam, a priori, as suas próprias crenças e opiniões; e não necessariamente as opiniões e crenças do Burke Instituto Conservador. Para conhecer as nossas opiniões se atente aos editoriais e vídeos institucionais

Carlos Alberto Chaves P. Junior

Carlos Alberto Chaves P. Junior

Graduado pela Universidade Federal de Pernambuco ( UFPE) em letras desde o ano de 2008.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Comentários

Relacionados